Eventos

Conferência[VI Ciclo de Conferências História(s) da(s) Arte(s): Cartografias da Cultura Visual]
Ambientes criativos nas periferias das metrópoles:da massificação do centro da cidade à vivacidade da ‘Margem Sul’
05
Março
2018
Local
C4.06
Piso 4
Edifício II
ISCTE-IUL

Ao longo dos últimos 30 anos têm-se discutido a importância das industrias criativas e dos agentes culturais para a revitalização de bairros centrais e de áreas expectantes do período pós-industrial.

Contudo uma crescente massificação e uniformização cultural tem levado à morte dos seus ambientes criativos. É neste contexto que interessa olhar para uma série de territórios periféricos. Tal como, é o caso da cidade do Barreiro que aproveitando as alterações macro do país e assente na histórica tradição associativa e comunitária, têm-se destacado com uma identidade cultural própria dentro da Área Metropolitana de Lisboa.

Nota curricular do orador

Ricardo Venâncio Lopes é arquiteto e fotógrafo, mestre em arquitetura pelo ISCTE-IUL – Instituto Universitário de Lisboa. Encontra-se a desenvolver a tese de doutoramento intitulada “Intervenções artísticas/arquitectónicas efémeras em contextos urbanos informais: novos contributos para o planeamento da cidade contemporânea”, no DINAMIA’CET. Lopes é autor de diversas publicações, apresentações e intervenções artísticas na área de estudos urbanos, arquitectura e criatividade | cultura.

Orador(a)
Voltar ao topo