Mestrado

Acreditações

Logótipo da A3ES

Acreditado
6 Anos
22 nov 2013
Registo DGES
Registo inicial R/A-Ef 1079/2011 de 18-03-2011
Registo de alteração R/A-Ef 1079/2011/AL01 de 27-05-2015
Contactos
Candidatar
Leccionado em Português
Por que é que algumas pessoas conseguem manter-se a fazer exercício físico e outras não? Como manter um estilo de vida saudável? Como apoiar pessoas que se confrontam com um problema grave de saúde? As redes sociais são boas ou más para nossa saúde? Interessa-se por este tipo de questões? Gostaria de ajudar as pessoas a mudar seus hábitos de saúde?

A Psicologia da Saúde estuda as variáveis psicológicas que influenciam a saúde e doença e tem uma presença cada vez mais importante nas ciências da saúde. As teorias e a investigação da Psicologia Social têm muito a oferecer neste domínio e o Mestrado em Psicologia Social da Saúde irá equipá-lo com os instrumentos e os conhecimentos necessários para analisar o comportamento humano, promovendo a interação social e a saúde.

Veja a Sessão de Abertura e acompanhe o nosso grupo de facebook


O que se aprende no Mestrado em Psicologia Social da Saúde?

Este mestrado que conjuga conhecimentos de Psicologia Social, Comunitária, Clínica e da Saúde, proporcionando um programa inovador e muito prático, onde os alunos beneficiam da proximidade com projetos de investigação nacionais e internacionais. Pretende-se uma abordagem inovadora, introduzindo-se aqui o conceito de Saúde Digital como central na nossa sociedade em rede. Procura-se a sensibilização para a utilização das tecnologias como forma de diagnóstico e intervenção em contextos de saúde.

Parte-se de teorias recentes de diferentes ramos da Psicologia aplicadas aos domínios da promoção da saúde e da adaptação à doença para aprender a:

  • Identificar os processos sociais subjacentes a comportamentos pouco saudáveis (na alimentação, no consumo de substâncias, na prática de exercício físico);
  • Intervir sobre a mudança de hábitos de saúde ou sobre a adaptação à doença em diversos contextos sociais e culturais;
  • Reconhecer os efeitos da pertença a minorias (e.g., pessoas idosas, imigrantes e minorias étnicas) na experiência de saúde e doença dos seus membros, e à relação destes com o sistema de prestação de cuidados de saúde.
  • Conhecer o conceito de Saúde Digital e como intervir na promoção da saúde através da utilização de tecnologias

O mestrado aposta no desenvolvimento de competências práticas, pelo que inclui diversos workshops  (ex: condução de grupos de apoio; desenvolvimento de aplicações e uso das redes sociais).

Também vai aprender a usar e desenvolver métodos de investigação de ponta através da participação em projetos em curso focados em questões como género e saúde, envelhecimento ativo, educação em saúde, prevenção de stress.  

As dissertações de mestrado dedicam-se a temas tão diversos como:

  • Normas sociais face ao consumo de álcool;
  • Discriminação de elementos de minorias nos serviços de saúde; 
  • Construção de um programa para pais de primeiros filhos. 

Algumas das teses foram já publicadas em dois livros intitulados Psicologia Social da Saúde e editados pela Sílabo em 2014 2016.  

Quem é o corpo docente?

O corpo docente é extremamente qualificado e tem grande experiência de pesquisa neste domínio, como são as professoras Sibila Marques, Luisa Lima, Sónia Bernardes, ou Marta Matos. O curso conta ainda com a colaboração de docentes da Escola de Tecnologias e Arquitetura, Gestão e Sociologia do Iscte que abordam em específico os conteúdos relativos à Saúde Digital.

Os alunos beneficiam da proximidade com os investigadores e com os projetos em curso na Unidade de Investigação (CIS-IUL) e no Laboratório (LAPSO-IUL).  O curso tem ainda colaborações regulares de docentes e investigadores de prestigiadas instituições estrangeiras de ensino superior, como a Universidad de Barcelona (Espanha), a Université Paris Descartes (França), a Universidade de Maastrich (Holanda) ou a University of Bath (Reino Unido).

Atividades associadas ao Mestrado

O Mestrado em Psicologia Social da Saúde organiza todos os anos um Encontro, onde promove o diálogo entre a academia e os profissionais  (ver o programa do segundo encontro do Mestrado e da Conferência "Um Mundo em Mudança: Desafios para a Psicologia Comunitária e da Saúde"). Além disso, o Mestrado acolheu em Janeiro de 2016 o Congresso Nacional de Psicologia da Saúde, que contou com as seguintes conferências:

  • Hein de Vries, Univ. Maastricht, How to apply healthy psychology to eHealth
  • Maria Luísa Barros, Universidade de Lisboa, “Contributo dos estudos sobre parentalidade para a investigação e intervenção em psicologia pediátrica”
  • Julie Barnett, University of Bath, Strategies for Managing Food Allergy: a Perspective from Identity Process Theory
  • Sílvia Silva, Iscte, “Saúde no trabalho: Necessidades, tendências e desafios para a psicologia”
  • Maria Palacín Lois, Universidad de Barcelona, “Apoyo Social en la Promoción de la Salud”
  • Pedro Teixeira, Universidade de Lisboa, “Motivação e auto-regulação em mudança comportamental em saúde

O plano de estudos do curso é compatível com a formação específica de Psicólogos.

Direção

Candidatar

Informações Gerais

Duração
2 anos
Língua
Português
ECTS
120
Vagas
25
Horário
Diurno
Candidaturas
14 dez 2020 - 15 fev 2021
16 fev 2021 - 26 abr 2021
27 abr 2021 - 14 jun 2021
15 jun 2021 - 19 jul 2021
1.ºAno 2500.00
2.ºAno 1250.00
1.ºAno 3500.00
2.ºAno 1600.00
* Informação para o ano letivo de 2021/2022
Contactos
Candidatar
Voltar ao topo