Docentes

Ana Caetano, doutorada em sociologia pelo ISCTE-IUL, é investigadora no Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES-IUL) e professora auxiliar no Departamento de Métodos de Pesquisa Social da Escola de Sociologia e Políticas Públicas do ISCTE-IUL. Tem como principais interesses de investigação rupturas no percurso biográfico, reflexividade individual, relação estrutura-agência e métodos biográficos. Actualmente coordena o projecto "Ecos biográficos: triangulação no estudo dos percursos de vida" e integra a equipa da pesquisa "LINKED - Vidas vinculadas: uma abordagem multinível longitudinal e mista ao curso de vida da família", sendo os dois projectos financiados pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT).
Ana de Saint-Maurice, nasceu em Moçambique em 1958. Desde 1981 que é docente do Instituto Superior de Ciências do Trabalho e Empresa (ISCTE) em Lisboa, onde se licenciou em Sociologia. É Professora Auxiliar desde 1994, ano em que se doutorou em Sociologia, tendo desenvolvido a sua investigação nas áreas da Sociologia das Migrações e da Sociologia das Relações Étnicas e Rácicas. Actualmente, lecciona as cadeiras de Métodos e Técnicas de Investigação: Intensivos e Métodos e Técnicas de Investigação: Extensivos, tendo leccionado também em diversos Mestrados e no Programa de Doutoramento de Serviço Social do ISCTE. Colaborou em mestrados da Universidade Lusófona (Ciências da Educação) e da Universidade Católica de Lisboa (Comunicação Social). É investigadora do DINÂMIA/CET, desde a sua constituição em 1989. Ao nível da investigação o seu trabalho assenta em dois tipos de competências e interesses: de um lado, a especialização em métodos e técnicas de investigação permite a sua participação em áreas tão diversas das Ciências Sociais (como por exemplo "Observatório das Entradas na Vida Activa (OEVA)", IEFP; "Os consumo culturais no município de Lisboa", ISCTE/Câmara Municipal de Lisboa; "Regiões em Reestruturação e Promoção do Emprego", DINÂMIA; "Práticas e Representações Relativas ao Trabalho - A Administração Pública", (CITE); ?Caracterização sociográfica das Mulheres Autarcas?, STAPE; etc.). De outro lado, a Sociologia das Migrações tem sido uma área privilegiada, quer no que se refere à pesquisa, quer na participação em júris de mestrado e doutoramentos. Tem experiência em Avaliação de Programas, nomeadamente, de Programas Europeus (como exemplo, Avaliação do ?Projecto de Formação de Formadores de Quadros Médios em Estatística? inserido no Programa PALOP, financiado pelo FED; Avaliação do Programa HORIZON, através do DINÂMIA/ pela ECOTEC; Avaliação do Projecto ?Toda a gente é Alguém?, Programa INTEGRAR - Medida 4 , do Fundo Social Europeu; Avaliação do Plano de Estágios da Faculdade de Arquitectura da Universidade de Lisboa, etc.).
Graça Índias Cordeiro é professora de antropologia/etnografia urbana no ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa, e tem sido professora visitante em universidades nos Estados Unidos, Espanha (Catalunha) e Brasil. Com experiência de ensino em ciências sociais e estudos urbanos, tem aprofundado abordagens etnográficas e históricas sobre as cidades e a vida urbana contemporânea. É autora, co-autora e organizadora de livros, capítulos e artigos científicos. Lisboa tem sido um dos seus principais terrenos de pesquisa, em torno da relação entre práticas de sociabilidade e identidades de lugar e, mais recentemente, Boston, onde desenvolve pesquisa sobre a interseção entre o uso e representação da língua, etnicidade e sentido de pertença, entre as suas comunidades ‘lusófonas’. Foi a primeira Gulbenkian/Saab Visiting Professor in Portuguese Studies na Universidade do Massachusetts (UMass Lowell), nos EUA, entre janeiro e junho 2019.  
Doutoramento em Sociologia, na área de Teoria e Método. Professora Catedrática  no ISCTE-IUL. Diretora da Escola de Sociologia e Políticas Públicas do ISCTE-IUL. Diretora da Pós-graduação em Análise de Dados em Ciências Sociais do ISCTE-IUL. Leciona e coordena diversas unidades curriculares de Estatística e Análise de Dados em cursos de Mestrado e de Doutoramento. É investigadora do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES-IUL) do ISCTE-IUL. Linhas de investigação: Métodos quantitativos, multivariados e de interdependência para explorar variáveis categorizadas, privilegiadamente desenvolvidos pela Escola de Leiden: Análise de Correspondências Múltiplas (ACM) e análise não-linear em Componentes Principais (CatPCA); métodos de dependência para variáveis categorizadas (CATREG); modelos multinível; análise longitudinal com multinível; modelos de medida (análise factorial confirmatória); modelos de equações estruturais; modelação com moderação e com mediação e métodos de estimação bootstrapping. Coordena e lecciona diversas unidades curriculares de métodos de análise de dados em Mestrado e em Doutoramento.
Professora Auxiliar no ISCTE-IUL e CIES. Concluiu o Mestrado e o Doutoramento na área da Demografia pela FCSH da Universidade Nova de Lisboa. Autora de 20 artigos científicos e 10 capítulos de livro na área da demografia, em particular sobre:  fecundidade, contracepção, mortalidade, migrações e projecções demográficas.
Maria Madalena Carlos Ramos tem licenciatura (ISCTE, 1989) e mestrado em Sociologia (FCSH-UNL), e doutoramento em Educação (Faculdade de Ciências, U.Lisboa, 2003). É Professora Associada, com agregação, no Iscte-Instituto Universitário de Lisboa, onde leciona e coordena diversas disciplinas de Estatística e Análise de Dados. É Diretora do Departamento de Métodos de Pesquisa Social da Escola de Sociologia e Políticas Públicas do Iscte e investigadora integrada do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES-IUL). Tem participado em diversos projetos de investigação, designadamente nas áreas da sociologia da família, das migrações e da integridade académica. Publicou diversos artigos em revistas especializadas, nacionais e internacionais, bem como livros e capítulos de livros. Foi Presidente e Vice-Presidente do Conselho Pedagógico do Iscte. É Membro da Associação Portuguesa de Sociologia (APS), da qual foi Vice-Presidente e onde coordenou o 1º levantamento nacional sobre as práticas profissionais dos diplomados em sociologia. Publicações recentes  Gaspar, Sofia, Ramos, Madalena e Ferreira, Ana Cristina (2021). Transnational divorce in binational marriages: the case of Portuguese-Brazilian and Portuguese-Cape Verdean couples. Population, Space and Place. DOI: 10.1002/psp.2435. Roque, Helena & Ramos, Madalena (2021). “Good Leadership Practices in Contexts of Unpredictability” in Costa, T.G., Lisboa, I. & Teixeira, N.M. (eds.), Handbook of Research on Reinventing Economies and Organizations Following a Global Health Crisis, IGI Global, USA. ISBN13: 9781799869269. [DOI: 10.4018/978-1-7998-6926-9.ch020] Ramos, Madalena e Morais, César (2020), “A prevenção do plágio no ensino superior. Ilações a partir de uma prática pedagógica”, In Novo, Ana, Nobre, Ana, Simão, João e Pereira Pedro (eds.), Plágio e integridade académica na sociedade da informação, Ebook, Portugal, Universidade Aberta. DOI: https://doi.org/10.34627/ftpm-hq41. Lopes João Teixeira, Abrantes, Pedro, Ferro, Lígia, Ramos, Madalena, Portugal e Melo, Benedita, Ferreira, Ana, Cerejo, Dalila & Aníbal, Alexandra (2020) “Sociology in Portugal: local, national, and international dialogues”, In Sari Hanafi and Chin-Chun Yi (eds.), Sociologies in Dialogue, SAGE Studies in International Sociology, Sage. Roque, Helena & Ramos, Madalena (2019). “Responsible Leadership and Expatriation: The Influence of National Culture” in Teixeira, N.M, Costa, T.G. & Lisboa, I.M. (eds.), Handbook of research on entrepreneurship, innovation, and internationalization, IGI Global, USA.  Chora, Mara, Monteiro, Lígia, Ramos, Madalena e Amaral, Rita (2019). Um olhar sobre o papel do pai na compreensão emocional das crianças: Os Estilos parentais e práticas de socialização das emoções negativas. PSICOLOGIA, 33(1): 19-32.  Ramos, Madalena e Capucha, Luís (coords.) (2018). Quem São e o Que Fazem os Sociólogos em Portugal? Lisboa, Mundos Sociais. Ramos, Madalena (2018). “As Práticas Profissionais dos Diplomados em Sociologia” in Ramos, M. e Capucha, L. (coords.), in Quem São e o Que Fazem os Sociólogos em Portugal? Lisboa, Mundos Sociais. Marques, Adilson, Peralta, Miguel, Ramos, Madalena, Lipert, Anna, Martins, João e Nunes, Luís Saboga (2018). “Prevalence and trends of older adults’ overweight and obesity in 10 European countries from 2005 to 2013”, Scandinavian Journal of Public Health, 46(5): 522-529.  Doi: 10.1177/1403494818764810. Martins, João, Anacleto, Francis, Ramos, Madalena, Torrado, Pedro, Marques, Adilson e Carreiro da Costa, Francisco (2018). “Estilos de vida e atividade física: identificação de perfis das representações e práticas de lazer em adolescentes: ", Revista Iberoamericana de Psicología del Ejercicio y el Deporte, 13(2): 251-260. ISSN 1886-8576. Gaspar, Sofia, Ferreira, Ana Cristina e Ramos, Madalena (2017). Evolução e Perfis dos Divórcios em Casais Binacionais em Portugal (1995-2013), Lisboa, Alto Comissariado para as Migrações, Coleção Estudos OM, vol.61. ISBN 978-989-685-087-6. Gaspar, Sofia, Ferreira, Ana Cristina, Ramos, Madalena (2017). “European bi-national marriages in Portugal and EU social integration”, Portuguese Journal of Social Science, 16(3): 393-410. DOI: 10.1386/pjss.16.3.393_1.  Ramos, Madalena, Parente, Cristina, Santos, Mónica e Chaves, Miguel, (2017), “A typology of professional situations in the analysis of graduate transition from higher education to the labor market”, Sociologia, XXXIII: 47-72. ISSN: 0872-3419. Roque, Helena, Silva, Maria Rita, Ramos, Madalena, Caetano, António (2017). “Valores societais em Portugal: Replicação do Projeto Globe 17 anos depois e implicações para a gestão”, International Journal of Marketing, Communication and New Media, 9(5):24-42. ISSN: 2182-9306.  Ferreira, Ana Cristina, Ramos, Madalena & Gaspar, Sofia (2016). “Marriage and Migration in Portugal: Exploring Trends and Patterns of Divorce in Exogamous and Endogamous Couples” in Marzia Grassi e Tatiana Ferreira (Eds.), Mobility and Family in Transnational Space, Cambridge Scholars Publishing. p. 79-100. ISBN (13): 978-1-4438-8601-7. Calapez, Teresa, Ramos, Madalena e Botelho, Maria do Carmo (2016). “Describe all or just a few? The influence of verbal descriptors on Likert-type variables on items’ and scales’ distribution”, SOCIOLOGIA ON LINE, 12:87-109. ISSN 1647-3337. Chaves, Miguel, Ramos, Madalena, Santos, Rui (2016). Convergences and disparities of work orientations among recent graduates in Portugal. Sociologia Problemas e Práticas, 80, 9-29. DOI: 10.7458/SPP2015806679.  
Sou socióloga, licenciei-me em Sociologia em 2001 na FCSH-UNL, tendo mais tarde concluído o Mestrado em Família e Sociedade (ISCTE-IUL, 2006), e a Pós-Graduação em Análise de Dados em Ciências Sociais (ISCTE-IUL, 2008). Concluí o meu Doutoramento em Sociologia no ISCTE-IUL sobre Transições para a Vida Adulta em Portugal e na Europa, onde segui a perspectiva crítica, teórica e metodológica do Curso de Vida.  Interesso-me e tenho-me debruçado sobretudo por temáticas como Trajetórias Sociais (nomeadamente dos Jovens), Métodos de Pesquisa Quantitativa e Qualitativa, Perspectiva do Curso de Vida, Sociologia da Família e Desigualdades Sociais.  Actualmente sou Professora Auxiliar do Departamento de Métodos de Pesquisa Social e  Investigadora Integrada do CIES-IUL, tendo anteriormente sido Investigadora Auxiliar CEEC neste mesmo centro de investigação. Coordeno um projecto de Investigação Financiado pela FCT, intitulado "Vidas Vinculadas. Uma abordagem longitudinal, multinivel e mista ao curso de vida da familia", e co-coordeno um projecto financiado no mesmo concurso intitulado "Ecos biográficos: triangulação no estudo dos percursos de vida". Sou também a coordenadora local do COORDINATE financiado por Horizon2020 e coordenado pela Metropolitan Manchester University.  Sou Co-coordenadora da Secção Temática Famílias e Curso de Vida da Associação Portuguesa de Sociologia, Representante da Society for Longitudinal and Life Course Studies, e Vice Coordenadora da RN30 Youth and Generation da Associação Europeia de Sociologia. Pertenço à comissão de acompanhamento do Plano Nacional de Juventude. Co-coordeno, com Ana Caetano, desde 2017, um ciclo de seminários sobre "Biografias e Trajectórias".  Tenho publicado nacional e internacionalmente, em formatos diversos dos quais destacaria os artigos científicos em revistas indexadas (Quality and Quantity, Journal of Youth Studies, Sociology, Contemporary Social Science, por exemplo) e os capítulos de livros em edições sobre Juventude ou Família na Routlegde, Brill, Polity Press, ou Palgrave Macmillan.  Recentemente editei com Ana Caetano um Livro sobre "Structure and Agency in Young People’s Lives. Theory, Methods and Agendas", pela Routledge.  Acredito numa sociologia pública e tenho publicado artigos de opinião científica em diferentes plataformas das quais destacaria o jornal Público e a Plataforma Barómetro Social. 
Doutorada em Métodos Quantitativos, especialista em Estatística e Análise de Dados (ISCTE-IUL). Professora Auxiliar no Departamento de Métodos de Pesquisa Social (ISCTE-IUL). Coordenadora do Curso de Especialização em Comunicação Visual e Informação (desde 2015) e Coordenadora da Pós-Graduação em Visualização da Informação (desde 2017). Investigadora no projecto europeu GRADUA - GRaduates Advancement and Development of University capacities in Albania (Erasmus+). Desenvolveu e participou em diversos projetos, estudos, workshops e comunicações em congressos nacionais e internacionais. Interesses de investigação: amostragem, estatística robusta, visualização de informação, desigualdade social, empregabilidade e literacia financeira.
Professor Auxiliar do Departamento de Métodos de Pesquisa Social; Investigador do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia; Coordenador do Grupo de Investigação Família, Gerações e Saúde do CIES-IUL. Editor do Portuguese Journal of Social Science Editor Associado do Journal of Youth Studies Áreas de Investigação: Juventude, Tecnologia e Desigualdades Sociais  
Patrícia Ávila (patricia.avila@iscte.pt). Doutoramento e mestrado em sociologia. Professora Associada no Departamento de Métodos de Pesquisa Social da Escola de Sociologia e Políticas Públicas do Iscte. Investigadora Integrada no CIES-Iscte. Atualmente é diretora do Doutoramento em Sociologia (CIES e Iscte) e coordenadora do Grupo de Investigação "Sociedade do Conhecimento, Competências e Comunicação” do CIES-Iscte.  Tem participado em vários projetos de investigação sobre diferentes temáticas, com particular destaque para a literacia e leitura, competências, educação de adultos, ciência e sociedade, e metodologias de investigação em ciências sociais. É autora de vários artigos e livros.  
Sónia Pintassilgo é socióloga e demógrafa. É professora auxiliar no Iscte, onde leciona e coordena Unidades Curriculares de Sociologia e Demografia em diferentes cursos. É investigadora no Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES-IUL), na linha de investigação Família, Gerações e Saúde. Co-coordena o Laboratório de Estudos Sociais sobre o Nascimento - nascer.pt. Os principais interesses de investigação centram-se nas áreas da Demografia, Sociologia da População e Sociologia do Nascimento e da Maternidade.
Docentes convidados(as)/visitantes
Helena Carreiras é professora associada no ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL), nas áreas da Sociologia, Políticas Públicas e Metodologia de Pesquisa Social, e investigadora do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES-IUL). Foi diretora da Escola de Sociologia e Políticas Públicas do ISCTE-IUL (2016-2019) e presidente da Associação Europeia ERGOMAS (European Research Group on Military and Society) (2017-2019). É doutorada em Ciências Sociais e Políticas pelo Instituto Universitário Europeu (Florença). Entre 2010 e 2012 foi sub-diretora do Instituto da Defesa Nacional em Portugal e em 2014 foi Professora Visitante da Universidade de Georgetown em Washington DC (Departamento de Governo). Os seus interesses de investigação incluem género e sociedade, forças armadas, relações civil-militares, políticas públicas de segurança e defesa e metodologia de pesquisa qualitativa. O seu trabalho centra-se na integração de género em instituições militares e na dimensão de género na segurança internacional. É co-organizadora das obras Researching the Military (Routledge, 2016, com Celso Castro e Sabina Frederic), Qualitative Methods in Military Studies (Routlege, 2013, com Celso Castro) e Women in the Military and in Armed Conflict (Vs Verlag , 2008, com Gerhard Kuemmel), e autora de Gender and the Military. Women in the Armed Forces of Western Democracies (London, Routledge, 2006).
Voltar ao topo