Docentes

Abílio Oliveira é licenciado em engenharia informática (curso de 5 anos, pré Bolonha). Fez mestrado e doutoramento em psicologia social. Tem Agregação em Ciências e Tecnologias da Informação (associada à lição 'O impacto do desenvolvimento e uso de aplicações gamificadas na perceção e adoção do e-banking em Portugal'). É Professor no Departamento de Ciências e Tecnologias da Informação, onde leciona nas áreas da programação, sistemas de informação, metodologias de investigação, informática aplicada à gestão e às ciências sociais. Tem estado ligado a várias associações e grupos de investigação, como o Núcleo de Estudos do Suicídio, a Sociedade Portuguesa de Suicidologia, o Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES-IUL), o Centro de Investigação em Sistemas e Tecnologias de Informação Avançados (ADETTI-IUL) e, actualmente, Information Sciences, Technologies and Architecture Research Center (ISTAR-IUL). Defende a multidisciplinaridade e, para além das tecnologias da informação e computação aplicada, interessa-se muito pelas ciências sociais, da educação e da saúde. Tem estado envolvido em trabalhos que versam temáticas como a prevenção do suicídio, a aprendizagem, a sociedade da informação, as ciberculturas, as redes sociais, o gaming e, sobretudo, a informática e computação aplicada, visando contribuir para a participação cívica, cidadania digital e a mudança social, a educação, a saúde, bem como para o desenvolvimento de sistemas de informação, a adopção e a divulgação de tecnologias de informação e o uso da gamificação; em suma, tem como maior foco a informática e computação aplicada em diferentes contextos no estudo do comportamento humano. Tem participado em vários eventos científicos e outras acções, a nível académico, escolar e social. É também autor de diversos artigos editados em publicações científicas nacionais e estrangeiras, assim como de alguns livros, por exemplo: Jogos Sérios - A Arte de Gamificar (2022), O Desafio da Morte (2008), Ilusões na Idade das Emoções (2008), Passagem (2009), ou O Desafio da Vida (2011). Realizou programas de rádio, sempre gostou de praticar desporto, defende um mundo sustentável, uma vivência saudável e é vegetariano. Acima de tudo, é um apaixonado pela Vida.
Adolfo Cartaxo nasceu em Montemor-o-Novo, Portugal. Licenciou-se em Engenharia Electrotécnica e de Computadores pelo Instituto Superior Técnico (IST), Universidade Técnica de Lisboa, em 1985. Obteve os graus de Mestre e Doutor em Engenharia Electrotécnica e de Computadores, no IST. A tese de doutoramento tratou da optimização do circuito de sincronismo em comunicações ópticas com detecção directa. Em Fevereiro de 2005, obteve a Agregação em Engenharia Electrotécnica e de Computadores, no IST. Em 1985, entrou para o Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores do IST como Assistente Estagiário. Em 1992, passou a Professor Auxiliar e foi promovido a Professor Associado em Janeiro de 2002. Em Setembro de 2016, entrou para o Departamento de Ciências e Tecnologias da Informação do ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa como Professor Catedrático. Ao longo destes anos, leccionou e foi responsável de várias disciplinas de Telecomunicações, tendo redigido apresentações e / ou textos pedagógicos para a maior parte das disciplinas de que foi responsável. Foi orientador de 9 dissertações de Mestrado pré-Bolonha (das quais duas em co-orientação), 31 dissertações de Mestrado pós-Bolonha (das quais quinze em co-orientação) e 10 teses de Doutoramento já concluídas (das quais quatro em co-orientação), e é actualmente orientador de 3 teses de Doutoramento (em co-orientação) e de 1 dissertação de Mestrado (em co-orientação). Em 1993, entrou como investigador para o Grupo de Comunicações Ópticas (CO) do pólo de Lisboa do Instituto de Telecomunicações (IT) onde é actualmente investigador sénior e, desde Janeiro de 2002, membro da Comissão Coordenadora Nacional da Área de CO. Foi investigador responsável pela participação do IST ou pólo de Lisboa do IT em nove projectos europeus de investigação e desenvolvimento na área das telecomunicações por fibra óptica. Foi investigador responsável por seis projectos nacionais, e três projectos internos do IT. Foi investigador responsável pela participação do IST-IT em dois projectos de cooperação com o Brasil na área das redes ópticas. Tem sido auditor e avaliador técnico de projectos dos programas europeus "Advanced Communications Technologies and Services: european RTD" e "Information Society Technologies". Tem sido revisor regular das seguintes publicações internacionais: Optics Express, IEEE/OSA Journal of Lightwave Technology, IEEE Photonics Technology Letters, IEEE Transactions on Communications e IEEE Photonics Journal. É membro sénior da IEEE Laser and Electro-Optics Society desde Novembro de 2002. É autor ou co-autor de mais de 130 artigos em revistas científicas internacionais (17 como primeiro autor) e mais de 170 comunicações em conferências internacionais. É co-autor de duas patentes. Os seus principais interesses de investigação são sistemas e redes de telecomunicações por fibra óptica.
Américo Correia foi Director do Departamento de Ciências e Tecnologias da Informação do ISCTE-IUL de Junho de 2010 a Junho de 2013. Membro da Comissão Permanente do Concelho Científico do ISCTE e membro do Plenário do CC do ISCTE de Março de 2021 a Fevereiro de 2023
Ana Maria de Almeida tem um Doutoramento em Matemática e possui uma especialização em Ciências da Computação. Os seus interesses de investigação centram-se em Algoritmia, Machine Learning (aprendizagem automática), Extração e Reconhecimento de Padrões, Ciência de Dados, Algoritmos Genéticos e Computação Evolucionária e em Ética em AI e na Investigação. Ana Maria tem especial interesse na construção de modelos de aprendizagem automática  autoajustáveis para aplicações reais, assim como no desenvolvimento de estratégias evolutivas e híbridas para problemas multicritério. Participa(ou) em estudos e projetos científicos internacionais e nacionais e presidiu (ou co-presidiu) importantes conferências internacionais em Ciências da Complexidade e Informática. Ana Maria participou em projectos de investigação fundamental e aplicada e em projectos de investigação e inovação entre o meio académico e a indústria, tanto a nível nacional como internacional. É membro do IEEE (Senior Member), cofundadora do IMS Portuguese Chapter, Secretária do CIS Portuguese Chapter e membro da ACM.    
Obteve o doutoramento (2009) sob a orientação de Kai Koskimies (Tampere University of Technology) e Antónia Lopes (Universidade de Lisboa) na área de frameworks orientadas por objetos e linhas de produto de software. Atualmente desenvolve a atividade de investigação em dois eixos principais: - Componentes de software e usabilidade de APIs: formas automatizadas de compor e integrar componentes de software (linhas de produto); ferramentas de apoio à utilização e aprendizagem de APIs. - Educação da programação: ferramentas pedagógicas para auxílio no processo ensino-aprendizagem da programação; sistemas de avaliação automática. Investigador visitante na Carnegie Mellon University (2014) ao abrigo do programa CMU-Portugal, a convite de Brad A. Myers. Investigador visitante na Aalto University (2020), a convite te Lauri Malmi. Membro da comissão de programa das conferências Koli Calling International Conference on Computing Education Research (2017-2023) e INFORUM/SOFT-PT (2017-2023).
Bráulio Alexandre Barreira Alturas nasceu em Lisboa em 1964, mas sempre viveu em Queluz, é doutorado em Organização Gestão de Empresas com especialização em Marketing (2005), Mestre em Ciências Empresariais com especialização em Sistemas de Informação de Gestão (1995) e Licenciado em Organização e Gestão de Empresas (1989), pelo ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa. Atualmente é Professor Associado do ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa do Departamento de Ciências e Tecnologias da Informação, e investigador do ISTAR-Iscte (Centro de Investigação em Ciências da Informação, Tecnologias e Arquitetura). Coordenador de várias unidades curriculares de Informática Aplicada à Gestão e Ciências Sociais e docente em Mestrados e Pós-graduações, bem como formador na área dos Sistemas de Informação Organizacionais.
Carlos Coutinho é Professor Auxiliar no Iscte-IUL, e é o Diretor de I&D na empresa Caixa Mágica Software, S.A., em Lisboa, Portugal. Obteve o grau de doutor (Ph.D.) em Engenharia Eletrotécnica e Computadores em 2013, pela Universidade Nova de Lisboa (FCT-NOVA), Portugal. É responsável pela área de Cloud Computing no Iscte-IUL, onde também faz investigação, sendo coordenador de área e membro da Comissão Científica no ISTAR-IUL, com interesses em Interoperabilidade Empresarial, Plataformas Adaptáveis e Sistemas, SOA e Engenharia orientada a Modelos (MDE). Tem mais de vinte anos de experiência no ensino das áreas de TI nas universidades portuguesas ISEL, ISCAL, ISGB e ISCTE-IUL. Tem 2 capítulos em livros, 9 publicações em revistas científicas internacionais indexadas e mais de 40 publicações em conferências internacionais com revisão, e faz parte do comité científico de seis revistas e seis conferências internacionais anuais. Fez parte do Júri e Arguente na defesa de quatro PhD e treze MSc. Tem desde 2009 o título PMP do Project Management Institute, e uma pós-graduação em Gestão de Projetos pelo Instituto Superior Bissaya-Barreto (ISBB) de Coimbra, Portugal. Tem mais de 25 anos de experiência em engenharia de TI empresarial, trabalhando em diversas áreas de TIC, Serviços, Administração Pública e na indústria Aeroespacial, em vários projetos multinacionais pela CMS e em empresas como a Alcatel, Siemens e Critical Software. Participou e foi responsável pela companhia em múltiplos Projetos Europeus como o Athena (FP6), TIMBUS (FP7), C2NET, vf-OS, EFPF (H2020), e TaRDIS (HE), e numerosos projetos para a ESA (EGOS, OCDT, SCOS-2000 e Galileo).
Nasceu em Lisboa em 1973. Licenciado em Informática e Gestão de Empresas, no ISCTE-IUL, em 1997. Mestre em Gestão de Sistemas de Informação, no ISCTE-IUL, especialização na área de Segurança de Informação, em 2004. Doutoramento em Arquitectura de Computadores e Sistemas Distribuídos, na Universitat Politécnica de Catalunya (Barcelona), em 2008. Desde 2020 que é Professor Associado no ISCTE-IUL, Departamento de Ciências e Tecnologias de Informação, em que leciona diversas unidades curriculares relacionadas com Segurança de Informação, Gestão e Desenvolvimento de Sistemas de Informação Web e Mobile-based, Gestão de Projetos de TIC e Empreendedorismo. Foi igualmente investigador na ADETTI-IUL, nas áreas de “Sistemas e Aplicações Distribuídas e Segurança de Informação”, “Gestão e Proteção de Propriedade Intelectual Digital” e “Desenvolvimento de SI para a Web e Mobile”, tendo estado integrado no grupo NUIGRAM (Natural User Interaction Graphics and Mobility). Desde Janeiro de 2015 que é Investigador Integrado do  ISTAR-IUL, estando integrado no grupo SSE (Software Systems Engineering), onde trabalha nas mesmas áreas de investigação. Investigador associado do DMAG – Distributed Multimedia Applications Group (UPC, Espanha). Desde 1996, que tem vindo a participar em múltiplos projetos nacionais e internacionais financiados pela FCT, União Europeia, pela Agência Espacial Europeia assim como por entidades privadas. É o autor e co-autor de dezenas de artigos e comunicações científicas em conferências internacionais, jornais e revistas assim como relatórios de projeto. É igualmente autor de diversos livros de desenvolvimento de aplicações com a linguagem de programação PHP. Membro da OWASP (Open Web Applications Security Project) e líder do capítulo português (entre 2007-2018) e co-líder do capítulo de Lisboa (desde 2022) colaborando na divulgação, organização de eventos e em alguns projetos da organização. Membro fundador da Associação Portuguesa para a Promoção da Segurança de Informação (AP2SI). Empreendedor em startups na área das TIC.
Caroline Conti was graduated in Electrical Engineering by University of São Paulo, Brazil, in 2010, and received her PhD degree in Information Science and Technology by ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL), in June of 2017. She is currently an Assistant Professor at the Department of Information Science and Technology of ISCTE-IUL, and a Senior Researcher at Instituto de Telecomunicações (IT). Caroline has been working in the area of light field visual media, making her major contributions to the area of light field content processing, representation, and coding. This was also the subject of her PhD Thesis entitled Efficient Solutions for Light Field Coding. She has more than 10 years of research experience in Portugal and, for this period, she has been participating in many national and international research projects addressing immersive multimedia technologies, where she has actively collaborated with experts from academia and industry in this field. More significantly, she has participated in the European Commission’s project 3D VIVANT (Live Immerse Video-Audio Interactive Multimedia) and has been a research intern at the light field display company Holografika Kft., in Budapest, Hungary. Previous work experience also includes working as a research assistant at IT, and as a lecturer for different courses in Telecommunications and Computer Engineering degrees at ISCTE-IUL. She has also been a member of Organizing Committees of international conferences, more recently, in the 10th European Workshop on Visual Information Processing. Overall, she has contributed more than 30 publications in high Impact Factor journals and in renowned international conferences. She is also author of four book chapters published by Springer. According to Google Scholar, her published work has had more than 600 citations. Additionally, she has secured many competitive scholarships, including the FCT Stimulus of Scientific Employment 2017 program, in which she ranked in the first place in the Junior Researcher category with maximum score of 10. She has also been recognized with many awards/distinctions in national and international conferences and competitions. More significantly, in 2017, she won the 27th edition of the IBM Scientific Prize, which is arguably the most prestigious prize in Computer Science and related fields of Engineering in Portugal.
Catarina Ferreira da Silva, doutoramento em Informática (2007), é Professora Associada (2021), com Agregação em Ciências e Tecnologias da Informação (2020), Diretora do Centro de Investigação em Ciências da Informação, Tecnologias e Arquitetura (Istar-Iscte)  e Diretora do programa de Mestrado em Gestão de Sistemas de Informação do Departamento de Ciências e Tecnologias da Informação (DCTI) da Escola de Tecnologias e Arquitectura (ISTA) do Iscte - Instituto Universitário de Lisboa. É membro integrado do grupo de Sistemas de Informação do ISTAR-Iscte desde 2020. Investigadora do grupo de Sistemas de Informação do Centro de Informática e Sistemas da Universidade de Coimbra (CISUC) de 2009 a 2023 e investigadora membro da equipa Service-Oriented Computing (SOC) do CNRS Laboratory of Informatics on Images and Information Systems (LIRIS UMR 5205), França, de 2012 a 2019. Orientações de doutoramento Co-orientou 5 teses de doutoramento defendidas e está a co-orientar 3 outras teses de doutoramento em curso. Membro de associação profissional É membro do painel de especialistas do Observatório e Fórum Europeu de Blockchain, desde 2021. O Observatório e Fórum Europeu de Blockchain é uma iniciativa patrocinada pela Comissão Europeia, Direcção-Geral de Redes de Comunicações, Conteúdo e Tecnologia. Projetos Coordena o projeto Europeu InCITIES – Trailblazing Inclusive, Sustainable and Resilient Cities (2022-2025), do programa HORIZON Europe CSA (coordination and support actions), European Excellence Initiative. O projeto InCITIES começou oficialmente em 1 de Outubro de 2022, e sua preparação é o resultado do trabalho colaborativo da Aliança Pioneer. Catarina Ferreira da Silva esteve, anteriormente, envolvida na coordenação dos seguintes projectos financiados por fundos Europeus: Bliss - Blockchain for ICT Professionals (2017-2020) e VET4APPS (2014-2016), os quais ambos receberam a distinção Exemplo de boas práticas da Comissão Europeia. O projecto VET4APPS (Parceria estratégica para desenvolver recursos educativos abertos e inovadores no domínio do ensino e formação profissionais para empreendedores de aplicações móveis) recebeu também a distinção Success Story da Comissão Europeia. Participou em vários projectos financiados por fundos Europeus, desde 2004, tais como: Keystone - Semantic KEYword-based Search on sTructured data sOurcEs (2013-2017), funded by the ICT COST Action IC1302 network (when at the University of Coimbra). Nebula - A novel vocational training program on cloud computing skills (2014-2015), funded by the program Lifelong Learning – Leonardo Da Vinci Multilateral Projects for Development of Innovation of the European Commission (when at the UCBL, Villeurbanne, Lyon). Trust - Towards Trust in Quality Assurance Systems (2011-2014), funded by the European Commission, program Tempus (when at the University of Coimbra). Towntology - Urban Ontologies for an improved communication in UCE projects (2005-2009), funded by the Action COST C21 network (when at the Centre Scientifique et Technique de la Construction CSTB, Sophia-Antipolis). Mitcon - Cooperation and network-building between actors in higher education in EU Member States and partner countries (2007-2009), funded by the European Commission, program Tempus (when at the UCBL, Villeurbanne, Lyon). CONNIE - Construction News and Information Electronically (2005-2006), funded by the program IS-EContent of the European Commission (when at the CSTB, Sophia-Antipolis). FUNSIEC - Feasibility study for a UNified Semantic Infrastructure in the European Construction sector (2004-2005), funded by the program IS-EContent of the European Commission (when at the CSTB, Sophia-Antipolis). SPICE - SPecifications for Integrated Construction E-standards (2003-2004), funded by the European Committee for Standardization (when at the CSTB, Sophia-Antipolis). ProdAEC - European Network supporting the best practices, harmonisation, implementation and use of standards for exchange, e-work and e-business in the AEC sector (2002-2004), funded by the programa FP5-IST of the European Commission (when at the UCBL, Villeurbanne, Lyon). Origanização/coordenação de eventos Co-organizadora da escola de Inverno IoT and Blockchain for smart cities (2020), ISTAR_Iscte. Co-organizou a sessão Cidades Sustentáveis Cidades sustentáveis - Pontos de vista da Aliança Pioneer; an open session Integrated with the Summer School IoT for Smart Cities School 2020, ISTAR_Iscte. Prémios Catarina Ferreira da Silva recebeu o prémio de Orientação de Doutoramentos e de Investigação (Prime d'Encadrement Doctoral et de Recherche), Conselho Nacional de Universidades de França em 2014-2018 e em 2019-2022, e recebeu também o prémio Investigação de Qualidade (Bonus Qualité Recherche), Universidade pública Claude Bernard, Lyon 1, França, em 2013. Experiências anteriores Entre Outubro de 2019 e Janeiro de 2021 foi Professora Auxiliar do DCTI, ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa. Entre 2013 e 2019 foi Professora Associada do Departamento de Engenharia Informática do Instituto Universitário Tecnológico da Universidade de Lyon 1, Campus LyonTech-La Doua, França. Foi também, durante esse período, Investigadora Integrada membro da equipa Service Oriented Computing (SOC) do CNRS Laboratory of Informatics on Images and Information Systems (LIRIS UMR 5205) de Lyon. Entre 2009 e 2012 foi Investigadora Auxiliar na Universidade de Coimbra, membro do grupo de Sistemas de Informação do CISUC, Coimbra.  Em 2008 e 2009, foi Professora Convidada do Departamento de Informática da Universidade de Lyon 1 e Investigadora membro da equipa SOC do laboratório LIRIS UMR 5205, França. Entre 2004 e 2007, durante a preparação do seu doutoramento em Informática, trabalhou como Engenheira Investigadora no Departamento de Tecnologias de Informação e Disseminação de Conhecimento (Divisão de Inovação e Serviços) do Centro Científico e Técnico para a Construção (CSTB) de Sophia-Antipolis, França. De 2004 a 2006 foi monitora de ensino no Departamento de Informática do Instituto Universitário Tecnológico (IUT) da Universidade Côte d'Azur, Nice e Sophia-Antipolis, França. Catarina Ferreira da Silva estudou na Universidade de Aveiro (Licenciatura em Engenharia pré-Bolonha, 1994-1999), na Universidade de Coimbra (pós-graduação, 2001-2002), no Instituto Nacional de Ciências Aplicadas de Lyon (Mestrado em Informática – Sistemas de Informação, 2002-2003) e na Universidade de Lyon 1 (Doutoramento em Informática, 2004-2007). Linkedin.com     Publons     ResearchGate Profile      
Elsa Cardoso é professora auxiliar no ISCTE- Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL), no Departamento de Ciência e Tecnologias da Informação da Escola de Tecnologias e Arquitectura, e diretora do Mestrado em Sistemas Integrados de Apoio à Decisão. É investigadora no Centro de Investigação e Estudos em Sociologia (CIES-IUL) e no Grupo de Sistemas de Informação e Apoio à Decisão do INESC-ID Lisboa, Portugal. Tem um doutoramento (Doutoramento Europeu) em Ciências e Tecnologias da Informação pelo ISCTE-IUL, com especialização em Business Intelligence. Os seus interesses de investigação incluem Business Intelligence & Analytics, visualização de dados, Data Warehouse, e sistemas de informação estratégicos (Balanced Scorecard) aplicados ao Ensino Superior e à área da Saúde. É membro do Business Intelligence Special Interest Group da EUNIS (European University Information Systems organization). Foi a líder deste SIG de 2013 até 2019. Desde 2022, é também membro do SIG de Arquitectura Empresarial da EUNIS, trabalhando em capability maturity models para o Ensino Superior. Tem participado em vários projectos de investigação nacionais e internacionais. Para citar alguns: Healthcare Insight – Units Performance Management (HI-UPM/2014/38567; FEDER-QREN). Investigadora Principal pelo Iscte. [2014-2015] GRADUA – Graduates Advancement and Development of University capacities in Albania (Erasmus+ project No. 585961-EPP-1-2017-1-AL-EPPKA2-CBHE-SP (2017 -2926/001 -001). [2019-2021] iLU – Integrative Learning from Urban Data (DSAIPA/DS/0111/2018). Investigadora, integrando a equipa do INESC ID. [2018-2022] IA-Incentivos – Inteligência Artificial na Gestão de Incentivos, POCI-05-5762-FSE-000231). [2020-2021] Está actualmente a participar nos seguintes projectos: Estudo para o conhecimento da fraude nos fundos estruturais em Portugal (POAT-01-6177-FEDER- 000126). Investigadora Principal. [2022-2023] Transformação Digital na Investigação: Gestão de Ciência e Ciência Aberta (POCI-05-5762-FSE-000438). [2021-2023] MAIPro – Monitorização e Alerta de Incumprimento em Projetos (06/POAT/2021). [2022-2023] IRIS – Sumarização e Informação de decisões: Aplicação de Técnicas de Inteligência Artificial no Supremo Tribunal de Justiça. Investigadora, integrando a equipa do INESC ID. [2021-2022] https://ciencia.iscte-iul.pt/authors/elsa-cardoso/cv  
Doutorado em Engenharia Informática pelo Instituto Superior Técnico (IST, 2011), é atualmente Professor Associado no ISCTE-IUL e investigador integrado do INESC-ID Lisboa. É atualmente o Coordenador Executivo da Área Científica Human Language Technologies (HLT) do INESC-ID (2020-) e membro do Conselho Científico do INESC-ID (2017-). Foi Presidente do Conselho Pedagógico do ISCTE-IUL (2017-2019), membro da Comissão Permanente do Conselho Pedagógico do ISCTE-IUL (2015-2017). Participou em vários projetos nacionais e europeus, tendo coordenado a equipa do INESC-ID no âmbito do projeto europeu SPEDIAL (2014-2015). É atualmente o coordenador científico do projeto AppRecommender (2019-2021). Os seus atuais interesses de investigação centram-se no processamento da língua natural, aprendizagem automática e Text Mining para as redes sociais. Participou na organização de vários encontros científicos internacionais: PROPOR 2020 (Évora), EAMT 2020 (Lisboa), IPMU2020 (Lisboa), ENMLP 2015 (Lisboa). Tem estado envolvido na organização da escola de verão LxMLS - Lisbon Machine Learning Summer School, desde 2016. É membro da ISCA Speech e Senior Member do IEEE (2016-).
Fernando Brito e Abreu é doutorado em Engenharia Informática pelo IST/UL e professor associado do Departamento de Ciências e Tecnologias da Informação do Iscte-IUL, onde tem assumido vários cargos como diretor do Mestrado em Informática e Gestão (MIG), membro do Concelho Científico do Iscte-IUL em representação da Unidade de Investigação ISTAR-IUL e responsável pela internacionalização do DCTI. Anteriormente foi professor auxiliar do Departamento de Informática da FCT/UNL, tendo exercido também funções docentes no ISEGI/UNL (atualmente NOVA IMS), IST/UTL, ISEG/UTL e na Academia da Força Aérea. Foi ainda professor convidado do Département Informatique da École des Mines de Nantes durante uma década, no âmbito do mestrado europeu EMOOSE. Nessas universidades lecionou e foi responsável por cerca de uma dúzia de disciplinas diferentes do 1º, 2º e 3º  ciclos. Orientou mais de 30 dissertações, incluindo 10 de doutoramento, 6 das quais já concluídas.   Foi investigador no Grupo de Engenharia de Software do INESC Lisboa, no centro de investigação CITI (Centro de Informática e Tecnologias da Informação) da FCT/UNL e posteriormente foi um dos fundadores da unidade de investigação ISTAR-IUL no Iscte-IUL, onde criou e foi o 1º coordenador do grupo de Software Systems Engineering, em que permanece atualmente. Promoveu a celebração de vários protocolos de investigação aplicada / transferência de tecnologia e/ou colaboração entre: (i) INESC e Marinha Portuguesa, (ii) CS/03 e itSMF Portugal, (iii) NAV EPE e FCT/UNL, (iv) SINFIC e FCT/UNL, (v) Turismo de Portugal e Iscte-IUL e (vi) GEOTA e Iscte-IUL. Para além de projetos financiados e desenvolvidos no âmbito desses protocolos, tem coordenado equipas de investigação em vários projetos científicos nacionais e internacionais.   Produziu mais de duas centenas de textos científicos e técnicos, incluindo artigos em revistas como Empirical Software Engineering, Software Quality Journal, Archives of Computational Methods in Engineering, Science of Computer Programming, Journal of Systems and Software, IEEE Latin America, Object Expert, Computer Standards & Interfaces, ERCIM News, Personal Computer World, L'Objet, Qualirama, Sistemas de Informação e Interface. O seu trabalho é citado perto de 4K vezes, com um h-index perto de 30, de acordo com o Google Scholar. Foi pioneiro em Portugal na Engenharia de Software Empírica com o seu grupo de investigação QUASAR (QUantitative Approaches in Software engineering And Reengineering). Entre as suas propostas estão o conjunto MOOD (Metrics for Object Oriented Design), atualmente utilizado na indústria de software e a abordagem Metamodel Driven Measurement (M2DM). Esta última permite a formalização abstrata de métricas sobre um metamodelo de domínio usando OCL, uma linguagem de especificação de restrições que faz parte do UML. O M2DM foi aplicado em vários domínios (por exemplo, desenho orientado a objetos, desenvolvimento baseado em componentes, modelação de processos de negócios, modelação de infraestruturas de TI).   É atualmente editor do Sofware Quality Journal (Springer) e foi anteriormente editor associado da revista Software Quality Professional (American Society for Quality), delegado português na IFIP TC2 (Software: Theory and Practice) e membro da equipa técnica do modelo de processo MPS.BR, largamente usado no Brasil. Tem sido revisor regular em várias revistas, conferências e workshops internacionais, bem como avaliador de projetos de investigação. Tem participado na montagem de eventos científicos nacionais e internacionais, nas mais diversas funções. Foi também presidente da CS/03 (Comissão Sectorial para a Qualidade nas Tecnologias de Informação e Comunicações), do Instituto Português da Qualidade, de 2000 a 2007, no âmbito da qual foi um dos criadores da conferência internacional QUATIC (https://www.quatic.org). Em 2021 foi eleito Chairman do QUATIC Series Scientific Steering Committee.
Francisco Cercas tem mais de 40 anos de experiência profissional, incluindo o ensino no Ensino Secundário e na Indústria como Engenheiro de Investigação (CENTREL EID 1982-1983) antes de ingressar na carreira académica em 1984. Leccionou no IST (Instituto Superior Técnico - Lisboa) durante 15 anos, depois no ISCTE-IUL, onde é Professor Catedrático desde 2012. É ou foi investigador no CAPS, INESC, Satellite Centre of the University of Plymouth (UK) e Instituto de Telecomunicações (IT), onde lidera o Grupo de Rádio IT-IUL. É coautor de uma nova classe de códigos denominada TCH (Tomlinson, Cercas, Hughes) e de mais de 200 publicações, incluindo uma patente, 5 capítulos de livros, 30 artigos em revistas internacionais, mais de 150 artigos em conferências e vários relatórios de investigação internacionais. Orientou e co-orientou 8 teses de doutoramento, bem como muitos MsCs e Projectos de Final de Curso no IST e no ISCTE-IUL. Participou em vários projectos nacionais e internacionais e foi Delegado Nacional de quatro projectos europeus COST. Foi Presidente do Conselho Científico da Universidade (ISCTE-IUL 2015-2018), Diretor da Escola (ISTA 2010-2013) e Presidente do seu Departamento (DCTI 2007-2010). É Membro Sénior do IEEE e foi o Coordenador Nacional de Telecomunicações da Ordem dos Engenheiros entre 2014 e 2022. Os seus interesses de investigação incluem comunicações móveis e por satélite, teoria da codificação, comunicações por espalhamento de espetro e tópicos relacionados.
Francisco Monteiro is Assistant Professor in the Dep. of Information Science and Technology at Iscte - University Institute of Lisbon, and a researcher at Instituto de Telecomunicações, Lisbon, Portugal. He holds a PhD from the University of Cambridge, UK, and the Licenciatura and MSc degrees in Electrical and Computer Engineering from IST, University of Lisbon, where he also became a Teaching Assistant. He held visiting research positions at the Universities of Toronto (Canada), Lancaster (UK), Oulu (Finland), and Pompeu Fabra (Barcelona, Spain). He has won two best paper prizes awards at IEEE conferences (2004 and 2007), a Young Engineer Prize (3rd place) from the Portuguese Engineers Institution (Ordem dos Engenheiros) in 2002, and for two years in a row was a recipients of Exemplary Reviewer Awards from the IEEE Wireless Communications Letters (in 2014 and in 2015). He co-edited the book "MIMO Processing for 4G and Beyond: Fundamentals and Evolution", published by CRC Press in 2014. In 2016 he was the Lead Guest Editor of a special issue on Network Coding of the EURASIP Journal on Advances in Signal Processing. He was a general chair of ISWCS 2018 - The 15th International Symposium on Wireless Communication Systems, an IEEE major conference in wireless communications.
Joaquim Esmerado é Professor Auxiliar no DCTI. Desenvolve investigação na área dos Sistemas de Informação, Bases de Dados, e Ciência de Dados. Tem publicado em revistas de Q1 como o International Journal of Information Management e o Journal of Hospitality and Tourism Technology. É investigador integrado do ISTAR, membro do grupo de Sistemas de Informação.
Jorge Louçã é doutorado em Informática e Inteligência Artificial na Université Paris Dauphine, França e na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, Portugal. É, desde 2000, professor no ISCTE-IUL, onde ensina Linguagens de Programação e Ciências da Complexidade. Fundou o Programa Doutoral em Ciências da Complexidade, ministrado pelo ISCTE-IUL e pela FC-UL. Coordena o grupo de investigação The Observatorium. Os seus interesses de investigação incidem sobre a modelação de sistemas sociais através da recolha intensiva e análise de dados provenientes da comunicação humana. Tem interesse no estudo dos processo de geração de conhecimento em grandes redes de comunicação. Esteve envolvido na organização da comunidade de investigadores em sistemas complexos, nomeadamente através das Conference on Complex Systems (ECCS or CCS). Participou na criação da UNESCO Unitwin network for the Complex Systems Digital Campus, envolvendo instituições de África, América Latina e Europa. 
Jorge R. Costa nasceu em Lisboa, Portugal, em 1974. Obteve a licenciatura e o doutoramento em Engenharia Electrotécnica e de Computadores pelo Instituto Superior Técnico (IST), Universidade Técnica de Lisboa, Lisboa, Portugal, em 1997 e 2002, respectivamente. Atualmente é investigador sénior no Instituto de Telecomunicações, Lisboa, Portugal, e professor catedrático do Departamento de Ciências e Tecnologias da Informação do Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL). As suas atuais áreas de investigação são lentes dielétricas, transmit-arrays e antenas biomédicas. É co-autor de quatro patentes e mais de 200 contribuições para revistas científicas e conferências internacionais. Mais de cinquenta desses artigos foram publicados nas revistas do IEEE. O Prof. Costa desempenhou funções como editor associado da revista IEEE Transactions on Antennas and Propagation de 2010 a 2016 e foi editor convidado da Edição Especial sobre “Antenas e Propagação em Ondas milimétricas e sub-milimétricas”, da revista IEEE Transactions on Antennas and Propagation, abril de 2013. Atualmente, é editor associado da revista IEEE Open Journal of Antennas and Propagation. Foi co-presidente do comité de programa técnico da Conferência Europeia de Antenas e Propagação (EuCAP 2015) em Lisboa e vice-presidente da EuCAP 2017 em Paris, EuCAP 2021 online e EuCAP 2022 em Madrid. Ele é um membro sénior do IEEE.
José André R. S. Moura obteve em 1989, a licenciatura em Engenharia Eletrónica e Telecomunicações pela Universidade de Aveiro, em 2001 o Mestrado em Redes de Computadores pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (Portugal), e em 2011 o doutoramento (Ph.D.) em Ciências da Computação pela Universidade de Lancaster (United Kingdom). No período compreendido entre 1989 e 2000, ele desempenhou a função de Gestor de Projetos na empresa EFACEC, Sistemas de Electrónica (Portugal). Entre 2000 e 2001, ele trabalhou como Investigador no INESC-Porto (Portugal). Desde 2001, ele leciona no ISCTE-IUL diversas Unidades Curriculares, na área de Redes de Computadores, e ele tem também trabalhado como investigador no Instituto de Telecomunicações Lisboa (Portugal). Os seus interesses de investigação incluem gestão de redes, modelização de sistemas, computação na periferia da rede, otimização, virtualização de recursos, redes definidas por software, e a resiliência de sistemas com comunicação através de redes. 
José Luís Silva holds a Ph.D. in Computer Science from the Portuguese MAP-i Consortium (University of Minho, University of Aveiro and University of Porto) and performed a postDoc at Interactive Critical Systems (ICS) team, IRIT, University of Toulouse (France). He is an Assistant Professor at Lisbon University Institute (ISCTE-IUL) and a member of the Interactive Technologies Institute (ITI) research unit of the Laboratory of Robotics and Engineering Systems (LARSyS), Information Sciences and Technologies and Architecture Research Center (ISTAR), ACM Europe Technology Policy Committee, and IFIP TC 13 - Working Groups 13.2 and 13.10. He co-leads the MEROP research team, participated in national and international research projects (including with Airbus and the European Space Agency), and in the Portuguese contribution to Simulated Mars Mission - AMADEE-20 (and currently engaged with the AMADEE-24 mission). His work has been published in peer-reviewed international journals and conferences such as IEEE Access, IJHCS, ACM EICS, IEEE RO-MAN, ACM IUI, ACM MobileHCI, ACM TEI, ACM/IEEE HRI and INTERACT. In the past, he was Invited Assistant Professor at the University of Madeira, a Lecturer at Cávado e Ave Polytechnic Institute, a member of the INESC TEC laboratory, and visiting PhD student at both Georgia Institute of Technology (USA) and Newcastle University (UK). His main research interests lie in Interactive Systems, Human-Computer Interaction, and Human-Robot Interaction. His awards and honors include the ISCTE-IUL Scientific Awards and a Ph.D. Award from Fraunhofer Portugal Challenge.
 João C. Ferreira é Professor auxiliar com agregação do ISCTE-IUL. Licenciou-se em Física pela Universidade Técnica de Lisboa (UTL / IST), Portugal, recebeu um Mestrado em Telecomunicações e um doutoramento em Engenharia Informática pela UTL / IST e um segundo doutoramento em Engenharia Industrial na Universidade do Minho. Seus interesses de investigação sao na: ciência dos dados, Text Mining, IoT, Inteligência Artificial (IA), Blockchain e aplicações da IA na saúde, energia, veiculos eléctrico e transportes. Ele é autor de mais de 250 artigos na ciência da computação. Executou mais de 40 projetos (6 como PI), mais de 200 revisões de artigos científicos e mais de 30 avaliação de projectos científicos. Presidente do CIS IEEE 2016-2018 e organizador principal de conferências internacionais como: OAIR 2013, INTSYS 2018, INTSYS 2019 e INTSYS2020. IEEE sénior member desde 2015. Guest Editor and topic editor da MDPI nos temas da energies, electronica e Sensores. Presidente do CIS em PT da IEEE  (2017-2018). Autor de patente na area do Edge Computer num sistema de monitorizaçao de embarcações de pesca Coordenador do Mestrado de sistemas de apoio a decisão, Mestrado Profissional para a Digitalização do Negócio e das escolas de verão (smart cities) e de inverno (Sistemas de IoT e Blockchain). Vice-Chair Computational Intelligence Society e do Blockchain da IEEE em Portugal e Embaixador industria em Portugal.   Esta a participar nos seguintes projetos - H2020 Infrastress, Sparta, ENSURECEC e MARISA, ANDANTE, Interreg Block4Coop, BALCAT, AIM Health, PT2020 Monitoriçao persistente Pista e Multicam e no Digital Demo
Engenheiro Aeroespacial, especialização em aviónica. Doutoramento em Telecomunicações. MBA e Mestrado de Gestão Perito em tecnologia e gestão, com interesses em estratégia e finanças.
Juan A. Acebrón received the Ph.D. degree in Mathematical Engineering from Universidad Carlos III de Madrid (Spain), in 2000. From 2000 to 2012, Acebrón was a visiting Researcher at the Rome Supercomputing Center (Rome, Italy); the Department of Physics, University of California, San Diego; the Department of Information Engineering, Universita di Padova (Padova, Italy); University of Alcala (Madrid, Spain), University Rovira-Virgili (Tarragona, Spain), and Instituto Superior Tecnico (Lisbon, Portugal). Acebrón is currently a Researcher at INESC-ID and an Assistant Professor at the Instituto Universitario de Lisboa ISCTE-IUL (Lisbon, Portugal), Information Science and Technology Department. His main research interests are in computational mathematics, mainly developing efficient and scalable algorithms for high performance supercomputing and random dynamical systems.
Luís Miguel Martins Nunes, licenciado em Informática pela Faculdade Ciências da Universidade de Lisboa (1993), obteve o grau de Mestre em Engenharia Eletrotécnica e Informática pelo Instituto Superior Técnico da Universidade Técnica de Lisboa (1997, tese orientada pelo Prof. Luís Borges de Almeida) e doutoramento em Engenharia Informática pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (2006, tese orientada pelo Prof. Eugénio de Oliveira). Entrou no Iscte em 1997 como Assistente e é atualmente Professor Associado. Tem também contribuído como investigador na área de Aprendizagem Automática em várias unidades de investigação desde 1997 (INESC, ADETTI, LIACC, IT e ISTAR) permanecendo membro do ISTAR até à data.